Minha lista de Blogs

terça-feira, 31 de julho de 2012

PROFESSORES READAPATADOS EM ESCOLAS PÚBLICAS NO ESTADO DE SÃO PAULO


Professor readaptado é um professor
(a) que não pode mais lecionar.
Ele (a) tem um problema médico
que o impede de dar aulas, os problemas
de saúde mais comum são
(calo nas cordas vocais, depressão,
lesão física).
A readaptação é feita pela DMPME
(Departamento de Perícias médicas
do Estado ) o mesmo aguardará
a readaptação que sairá em
D i á r i o O f i c i a l , D R H U
(Departamento de Recursos Humanos
) é este órgão que envia as
atividades o professor pode fazer .
A direção só pode mandar o professor
cumprir tarefas que esteja
inserido nessas atividades.
Quando sai a readaptação o governo
envia á escola s tarefas que este
readaptado poderá cumprir de
acordo com a lesão sofrida! Cabe
então ao professor verificar se o
que a direção lhe determina, esta
entre as tarefas determinadas.
Assim recomenda-se ter sempre
em mãos uma cópia dessas atividades,
sendo que estas, também,
só podem ser pedagógicas. Exija
seus direitos, aprenda a fazer a
fazer tudo por escrito e a protocolar
na secretaria da escola, sendo
que isto serve para todos os professores,
independente de readaptados
ou não!
A realidade desses professores é
triste!
Eles vêm de uma doença física ou
psicológica, e na maioria das vezes
não são compreendidos e respeitados,
pelos colegas e gestores
mal sabendo eles que podem vir
um dia a passar pelo mesmo problema.
A situação é difícil para eles
aceitarem essa nova condição; se
sentem incapazes e, muitas vezes,
tem a notícia de que não mais poderão
voltar a lecionar e que irão
ficar assim até a necessária e demorada
aposentadoria.
E muito comum triste e preocupante,
ouvir colegas que estão readaptados
falarem de suas frustrações,
angústias, sobre suas atuais condições
pelo motivo de seu problema
no que tange a função e até mesmo
de local de trabalho. Local este,
onde muitas vezes dedicaram
toda uma vida aquela numa determinada
Escola e que hoje se encontram
em outra escola que não
conhece sua luta e sua dedicação,
tendo que se ressocializar naquele
novo ambiente.
Fatos conhecidos nos demonstram
que isso gerou desrespeito, desvalorização
profissional, exclusão e
sobretudo, muito sofrimento , já
não bastasse o problema enfrentado
por nossa colega!
Termino esse texto deixando a minha
solidariedade e o meu carinho
a todos aqueles professores que
estão nessa constrangedora situação
de readaptados.
Autora: Eloídia Hermano
Professora de Português
Na rede Estadual do Mun. De Francisco Morato
-----------------------------------------------
O Processo de Readaptação é
um Período Deprimente
Programa terá equipes com médicos,
fisioterapeutas, fonoaudiólogos,
psicólogos, nutricionistas e
enfermeiros. Especialidades são
das áreas em que servidores mais
têm problemas e são as maiores
causas de absenteísmo.
VEJA MAIS:
http://profdomingos.blogspot.com.br/2010/05/
o-processo-de-readaptacao-e-um-periodo.html
Nova jornada de trabalho
no Estado de SP
No dia 20/1/2012, o governo do Estado
de SP instituiu a nova jornada de
trabalho para os professores da rede.
A lei federal do piso para professores
determina que o professor fique em
sala de aula apenas 2/3 da sua carga
horária. Os outros 1/3 serão para
HTPC e horário de trabalho em local
de livre escolha.
Hoje muitos professores da rede ficaram
tristes. Porque na prática a mudança
reduziu apenas uma aula de
cada carga horária. Por exemplo:
quem pegava 33 aulas agora pega
32; quem pegava 25 aulas agora pega
24; e assim por diante.
O que o governo fez?
Ele transformou as aulas